Resenha: Antes que eu me esqueça

19:37


Com muita alegria venho resenhar o primeiro livro que recebi em parceria com o Grupo Editorial Pensamento. A obra foi enviada junto com um kit super fofo de boas vindas cheio de mimos. ♥


Sinopse: Quando tinha apenas 46 anos de idade, Christine Bryden – bioquímica, consultora do primeiro-ministro australiano na área de ciências e mãe de três filhas – foi diagnosticada com demência de início precoce, disfunção mental que abrange uma gama de doenças, entre elas o Alzheimer. Os médicos lhe disseram para deixar sua vida em ordem, pois, em breve, ela não conseguiria mais fazer isso. Vinte anos depois, ela ainda trabalha com afinco para reconectar seu cérebro – que já foi seu grande trunfo e hoje é seu grande desafio –, mesmo quando ele perde a sua função. De forma corajosa e inspiradora, Christine relata suas sensações e desafios diários, deixando um legado para as pessoas que sofrem de Alzheimer e para aqueles que se preocupam com elas.


Título: Antes que eu me esqueçaAutora: Christine Bryden
Editora: Seoman Skoob: Adicione - Páginas: 288 - Vendas: Compre aqui!


O que você faria se descobrisse ter uma doença incurável? Ainda mais que isso: a doença se desenvolve cada vez mais, compromete suas memórias e não há como parar esse "avanço". É exatamente isso o que Christine traz ao leitor, uma auto-biografia que nos mostra como ela enfrenta o seu diagnostico de demência.

Confesso que quando esse livro chegou na minha casa fiquei em choque. Não leio muito livros do gênero biográficos, porém a surpresa maior veio ao começar a leitura.

Somos seres temporários neste planeta, que viemos ao mundo de forma terrena, percorremos os caminhos da vida numa teia dinâmica de relacionamentos e desaparecemos com a morte.

A autora enfim estava no auge de sua vida. Ele se livrou de uma péssima relação com o ex-marido e havia superado a depressão e anorexia que teve durante sua adolescência. Além disso ela tinha um emprego bem renomado com grande influência. Porém durante essa trajetória, com apenas 46 anos ela é diagnosticada com demência.

E assim ela narra como vive com uma doença que cada vez mais afeta e dificulta a sua vida. Ela conta com ajuda de sua família para se lembrar de momentos de sua vida que havia esquecido.


"Mesmo que eu deixe você confuso ou perturbado, ou mesmo que você duvide de mim, vou continuar lutando e contando a minha história. Antes que eu me esqueça."

A narrativa do livro é tão gostosa e diferente que não conseguia parar de ler ou pensar na história por muito tempo. É tão complexo tudo o que ela relata, porém é explicado de uma forma que qualquer um possa absorver aquilo.

É um livro que te traz conhecimento e te comove. É impossível ler esse livro e dizer que está tudo bem, pois este livro te traz um peso de autoconsciência surreal. Em geral a obra é maravilhosa.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

38 comentários

  1. Eu acredito que este seja um daqueles livros que nos fazem refletir e lembrar do papel que um livro em na vida das pessoas. Transmitir mensagens que são decodificadas pelos nossos sentimentos e que vão nos mudando e, cada vez mais, nos indagando.

    Resenha maravilhosaaaaaaaaaaa <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Lud. É tão lindo a mensagem que ele passa. ♥

      Excluir
  2. Confesso que ainda não assisti o filme apesar de querer muito, está na minha lista de espera, assim como o livro, tenho-o na minha estante na lista de espera! Parece uma excelente história =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, a imagem é ilustrativa de um filme, mas a resenha é de um lançamento (livro) que não tem filme ainda hahahahhah

      Excluir
  3. Ai que bacana sua primeira resenha dessa parceria.
    Achei a história do livro bem interessante e acho que emocionante também né...
    Tem um filme desse mesmo nome, não?

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Michael!
    O livro parece ser super intenso. Gostei da dica.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
  5. Eu sou esse tipo de pessoa que adora livros que tem doença por que me vejo representada, mesmo não estando morrendo nem nada do tipo, é mais pela inspiração e vontade de viver que a gente sente. Com certeza vou anotar essa dica de leitura porque que sabe eu também leia esse? haha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo coisas relacionadas a doenças (físicas e mentais) e toda a mensagem que os livros nos traz. ♥

      Excluir
  6. Olá Michael! Cara, eu o anúncio do filme sobre esse livro e já achei que ia chorar só pela capa... rs É daqueles que a gente não precisa olhar muito para saber que vai sofrer um bocado no decorrer dela. Eu sinceramente não sei o que faria se tivesse no lugar dela... Acho que ninguém sabe na real, pois a gente nunca acha que vai acontecer com a gente, né?
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  7. Oi, Michael!
    Não duvido que seja um livro que te deixe impactado, mas no momento estou fugindo de livros assim...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Sabe aqueles livros, que você fica pensando de tanta coisa ruim que você fez ou em tanta coisa boa que deixou de fazer, deve ser ele mesmo, e eu amo livros assim, nos leva refletir em que tipos de seres humanos que estamos nos tornando.

    https://dosedeestrela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente esse peso que me afeta tanto ao ler esse tipo de livro. ♥

      Excluir
  9. Oi! Tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas me parece bem legal.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  10. Oi, Michael

    Eu também não leio biografias, mas não posso negar que achei interessante. A autora foi corajosa ao contar como lida com a doença... eu não leria porque não gosto do gênero mesmo, mas creio que seja comovente mesmo.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Michael!
    Eu também não sou muito adepta das biografias, mas é legal quando somos surpreendidos dessa forma, né?
    Só pelo que você comentou, já dá pra perceber que é um livro bem intenso e profundo. Deve ser uma leitura difícil de acompanhar.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Parabens pela parceria, o livro parece ser bem interessante pelo tema abordado. Adorei conhecer mais da obra.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pela parceria, parece ser um livro com uma mensagem super importante, já tínhamos ouvido falar dele, também não lemos muita biografias.


    Beijos


    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu nunca assisti e nem li essa história.. mas parece ser carregada de sentimentos e ainda quero ter essa oportunidade..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Michael!

    Já assisti o filme, mas não sabia que existia livro. Imagino que através da narração da autora dá pra se comover bastante, até mais do que pelo filme, que já é bem impactante. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é "Para Sempre Alice", eu adorei também, porém não é relacionado a essa história, não diretamente apesar de retratar a mesma doença hahahah

      Excluir
  16. Oi
    eu só vi o trailer, mas nunc assisti o filme e nem sabia que era baseado em uma história real a história deve ser linda, mais triste ainda mais por ter realmente acontecido. Quem sabe eu o procure para assistir.

    http://momentocrivelli.blogspot.com


    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro e apesar de não ser fã do gênero, parece super bacana!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Ah, imagino o quanto ia me emocionar, mas fico adiando esse estilo de leitura. Na verdade, o choro. Tanto que nem assisti o filme da imagem, o Para Sempre Alice e nem li o livro dele tb haha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  19. Ai que deprê. Adoro livros assim, mas o fato de ser uma história real deixa a gente pra baixo mesmo. Mas esse aí não tem relação com o Para Sempre Alice não né?
    Ótima resenha!
    Bjss

    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Michael! Tudo bem? Eu acho muito tocantes livros que abordam perda de memórias. Ainda não conhecia esse, mas adorei conhecê-lo! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Gosto de livros autobiográficos pois eles trazem verdade na história.
    Sem dúvida esse é um livro que eu leria, vou anotar o título aqui.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Michael!
    O filme Para Sempre Alice fala do mesmo assunto e me emocionei muito assistindo. Não sei se conseguiria ler esse livro!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  23. Não é muito o meu estilo de leitura, confesso. Mas fiquei bem curiosa, agora. Parece ser bem interessante. E que bom que você gostou!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir