Resenha: A Caixa de Natasha

17:38


Sinopse: A Caixa de Natasha e outras histórias de horror é o primeiro livro de Melvin Menoviks. O livro reúne vários contos misteriosos e assustadores que, jogando com possibilidades e perspectivas, retratam personagens atormentados, cativantes, enigmáticos e instigantes em situações extremas de medo, paranoia, desespero e devaneios. Os ambientes são sombrios, nebulosos, obscuros e evocam aquelas imagens de pesadelos e delírios que apenas os deliciosos assombros da verdadeira literatura de horror podem proporcionar. As histórias possuem finais surpreendentes e macabros que são o ápice de narrativas com tensões crescentes e situações medonhas.

    Hoje venho resenhar o livro “A Caixa De Natasha E Outras Histórias De Horror” do autor “Melvin Menoviks”. Fiquei bastante surpreso com uma obra de terror nacional com tanto conteúdo como o desse livro! O livro tem diversos contos bastante macabros e arrepiantes, tendo como foco o ultimo conto chamado “A Caixa De Natasha”, no qual uma jovem chamada Natasha é internada em um hospital psiquiátrico. Natasha é internada por ouvir vozes, mas isso não acaba quando ela chega lá. Além de ouvir vozes, agora ela também enxergava criaturas durante suas noites.

Ruídos vinham de lugares desconhecidos e o frio percorria a atmosfera como a gélida foice de um ceifeiro que vaga em busca da próxima alma. [...] O vento uivava lá fora como demônios brincando com minha mente.

    O conto “O Retrato Tétrico” conta a história de um garoto chamado Alfredo. Ao passar pelo corredor da casa de sua avó ele sentia uma sensação pavorosa e inquietante tomar conta de seu corpo e sua mente. Isso porque havia uma antigo retrato macabro de um garoto pálido. Alfredo procurava saber sempre mais sobre aquele garoto, mas isso poderia ser bastante perigoso!


    “O garoto que pingava sangue” relata a história de um infeliz garoto chamado Steve. Ele era bom e gentil, porém era completamente diferente de todos os outros garotos, pois ele PINGAVA SANGUE. Sua mãe era completamente infeliz por isso e passava quase o dia inteiro reclamando e mandando ele ir ao banheiro e só sair de lá quando estivesse limpo. A história, apesar de ser pequena é completamente fascinante!

Ele conhecia a insaciável sede de sangue da condessa e sabia o que ela queria.

    O conto “A narrativa de Jonathan” é um conto em que Jonathan conta sua experiência para várias pessoas reunidas em uma velha casa abandonada. Sua experiencia é completamente fascinante e envolvente.
    Já no conto “As inocentes” fala sobre uma triste história de duas garotas que eram agredidas pelo seu pai. A história é bem perturbadora e infelizmente parte dela realmente acontece em diversos lugares do mundo.


Não. Gabriela sabia que o Sol não voltaria a brilhar. Pelo menos não como antigamente.

    Gostei muito de todos os contos do livro. Eles são muito bem desenvolvidos, com  finais bem macabros e fácil compreensão. O livro é bem viciante, e pode ser usado para contar histórias para todos. Confesso que não lia muitos livros de terror nacional pelo desperdício de leitura, pois vários que li me deixou bastante desapontado, mas esse realmente me surpreendeu bastante.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

25 comentários

  1. Olá,
    Ganhei esse livro numa promo esses dias, to doida pra ler :D

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Espero que aproveite a leitura! :D

      Excluir
  2. Não lembro se conhecia o livro, mas curti! =O

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  3. Oi Michael, tudo bem? Eu não leria o livro apesar do que você falou. Odeio coisas de terror e coisas macabras, o livro não faz meu tipo haha

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Michael.
    Já li "A Caixa de Natasha" e gostei muito dos contos do Gustavo. Como gosto muito do gênero, fiquei feliz em conhecer um livro assim escrito por um autor nacional. Foi um doe melhores livros do gênero que li.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Amo livros de contos até porque eles permitem que nós, leitores, possamos saborear de cada conto calmamente e serve até como livro de comoda - quando estiver com vontade de ler algo, porém não um livro inteiro ai é só pegar o livro e ler um conto. Esse livro parece ser bem construído e bom! Nunca tinha lido nada sobre ele, mas estou com vontade de ler rs!
    Beijos,
    Luana Agra - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também penso desse modo. Nunca leio todos os contos de um livro de uma vez só. =D

      Excluir
  6. Oi Michael, tudo bem?
    Eu não costumo curtir livros de contos e sendo de terror então... Mas, pela sua resenha as histórias parecem ser bem contadas e interessantes.
    Com certeza os leitores que curtem terror vão gostar da obra.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, particularmente como uma pessoa que não lé muitos contos e livros de terror GOSTEI! =D

      Excluir
  7. Oi Michael, adorei sua resenha, terror são sempre convidativos.

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muito de histórias de terror, então acho que não leria, mas parecem ser ótimos para quem gosta do gênero!
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei o livro, e olha que sou “Chato” para contos de terror.

      Excluir
  9. Oie Michael =)

    Sou medrosa, por isso fujo de filmes e livros do gênero rs...
    Mas acredito que para quem curte o estilo essa é uma ótima opção de leitura ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  10. Oi
    que bom que gostou dos contos dos livros, andam falando muito bem desse livro, mas eu não leria por ser de terror, não gosto muito desse gênero.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Sei lá, eu achei cafona aquela construção frasal: "... o frio percorria a atmosfera como a gélida foice de um ceifeiro".

    Esse tipo de ornamentação no texto, tentando criar uma prosa de caráter mais poético, pelo menos para mim, deixa a narrativa mais truncada. No entanto, como as sinopses das histórias são bacanas, fiquei curioso para ler o livro.

    Valeu pela dica e parabéns pelo blogue.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Michael!
    Fiquei muito curiosa em relação ao livro depois da sua resenha. Não conhecia, mas como adoro nacionais e adoro terror, acho que vou gostar muito!
    E vou aproveitar para indicar para você um outro terror nacional que eu gosto muito, "À Sombra da Lua", de Marcos DeBrito. Não sei se lobisomens é o tipo de leitura que você curte, mas vale muito a pena esse livro!

    Beijo
    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir